fbpx

SASE (Secure Access Service Edge), um guia completo!

sase

SASE (Secure Access Service Edge), um guia completo!

O SASE é uma ferramenta fundamental para a segurança de sua empresa! Com o avanço contínuo da tecnologia, cada vez mais empresas estão implementando soluções em nuvem, garantindo uma maior segurança no acesso a dados, aplicações e serviços por parte dos usuários, e com uma maior disponibilidade. Com essas mudanças, podemos observar que o ambiente de uma empresa não mais se restringe à sua estrutura física, mas sim a todo um conjunto de ferramentas e recursos.

Uma dessas ferramentas é o SASE (Secure Access Service Edge), que é uma estrutura de segurança que garante o acesso seguro aos serviços e informações armazenadas. Para te explicar melhor como essa tecnologia funciona, preparamos esse guia com tudo que você precisa saber, confira!

O que é SASE e como ele funciona?

Considerado o futuro da rede segura, o SASE foi projetado para proporcionar uma maior velocidade e controle de acesso para as aplicações de uma empresa.

Ele identifica usuários dentro de uma rede, podendo ser dispositivos, usuários, pessoas, serviços, entre outros, realizando uma avaliação de segurança de cada uma dessas entidades, independentemente da sua localização.

É possível, por exemplo, estabelecer uma abordagem de segurança conhecida como “Zero Trust”, ou seja, não é feita nenhuma suposição de segurança quanto às entidades que acessam a rede.

 

Leia também: Como proceder em caso de um ataque DDoS?

 

Geralmente, o SASE é fornecido por empresas como um serviço baseado em nuvem, uma vez que por meio dessa tecnologia, é possível reduzir custos e complexidade.

Por meio da tecnologia em nuvem, podemos consolidar em apenas uma plataforma, sem a necessidade de comprar e gerenciar diversas soluções, de múltiplos fornecedores.

Mas o que faz o SASE ser tão necessário?

A tecnologia em nuvem tem ganhado cada vez mais espaço dentro das empresas, não só para o armazenamento de dados e informações, mas para a execução de diversos serviços e aplicações.

De acordo com o Gartner, atualmente mais funções de um Data Center corporativo são hospedados fora do ambiente da empresa do que dentro dele, em aplicativos e nuvens de provedores de IaaS, e em armazenamento em nuvem, por exemplo.

 

Leia também: Servidor NAS (Storage), como ele melhora a eficiência e segurança da sua empresa

 

Mais do que um produto, Gartner descreve o SASE como uma estrutura de segurança composta por três componentes principais:

SD-WAN

Essa arquitetura de sobreposição fornece para a empresa os componentes fundamentais para a transformação da nuvem. Por meio dela, é possível proporcionar uma experiência de usuário mais previsível nas ferramentas e aplicações e uma maior segurança integrada.

Segurança da nuvem

Composta por um conjunto de aplicações e tecnologias, sua função é implementar políticas de usuários, aplicações e dados, e fornecer segurança contra todo tipo de ameaças. Através da segurança da nuvem, é possível realizar um gerenciamento eficiente da segurança, estendendo o controle realizado para todos os dispositivos e usuários remotos, a qualquer momento e lugar.

Acesso à rede zero-trust

Esse recurso possibilita que as identidades dos usuários sejam verificadas, e confirma os requisitos de segurança antes que o acesso às aplicações seja efetivamente autorizado. Dessa forma, a empresa consegue impedir acesso de dispositivos e usuários não autorizados, garantindo a integridade das informações e dos dados.

Quais os benefícios do SASE?

A implantação da arquitetura SASE pode trazer inúmeros benefícios, como:

Menor custo e complexidade: por meio da implementação do SASE, é possível consolidar fornecedores, reduzindo os custos com serviços e a complexidade do sistema.

Maior Agilidade

O SASE possibilita a habilitação de novos cenários de negócios digitais com uma menor exposição aos riscos.

Maior latência/ desempenho

Otimização do roteamento.

Uso facilitado e transparência

A utilização do SASE reduz o inchaço de agente e aplicação (menor número de agentes por dispositivo); maior consistência da aplicação em qualquer local e dispositivo; redução da sobrecarga operacional; adoção mais rápida de novos recursos, entre outros.

Habilite o ZTNA

O acesso à rede concedido com base na identidade de cada usuário, aplicativo ou dispositivo, e não no endereço de IP ou na localização física. Isso é feito para garantir uma maior proteção dentro e fora da rede.
Rede mais eficaz e equipe de segurança de rede: utilize e implemente projetos mais estratégicos para os recursos do SASE.

Gerenciamento centralizado

Possui uma política centralizada baseada em nuvem com aplicação local e tomada de decisão.

 

Se quiser saber mais, entre em contato conosco!

Conheça nossas soluções de Storage! Clique na imagem abaixo.

Sim!
Fale conosco!
Olá! Podemos te ajudar?