fbpx

Mercado de IoT fica mais maduro e pragmático durante a pandemia

mercado de IoT

Mercado de IoT fica mais maduro e pragmático durante a pandemia

No Brasil, o mercado de Internet das Coisas – IoT está mais maduro e pragmático. Durante a pandemia do Covid-19, o mercado do IoT apresenta propostas e soluções mais realistas, simples e maduras. Com isso, a Internet das Coisas se torna fundamental para controle no mundo pós pandemia. 

Ainda é muito cedo para os especialistas avaliaram o tamanho do impacto do novo coronavírus na economia mundial. Eles apontam que a recuperação será lenta, mas um amadurecimento econômico de maneira geral. Com isso, soluções com poucos recursos e com objetivo de melhorar a produtividade na empresa se tornaram foco do mercado. 

Tecnologia em favor da crise

A tecnologia e a Internet das Coisas terão papel fundamental nas mudanças que ainda vão acontecer no mercado. Estudos indicam que a IOT terá um impacto potencial de quase 12 trilhões de dólares até 2025. 

Por conta de um maior amadurecimento do ecossistema, os países desenvolvidos terão maiores benefícios. Porém, as economias em desenvolvimento também serão beneficiadas de forma agregada em decorrência das relações comerciais. 

Na América Latina, a adesão à Internet das Coisas e do ecossistema tecnológico cresce de forma consistente. Segundo dados da Logicalis, o mercado latino também está mais maduro em relação às soluções da IoT, com nível de adoção de 35%. 

Mercado de IoT no Brasil

No Governo Federal, o Plano Nacional de Internet das Coisas planejou as próximas ações diante da alteração da Lei de Informática. Já as áreas farmacêuticas, médicas e outras atividades trabalhistas que se mantiveram em home office, recorreram à tecnologia para manter as empresas em atividade. 

Além disso, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social estimou que soluções de IoT e aplicativos vão movimentar a economia brasileira cerca de 135 bilhões de dólares até 2025.

Muitas soluções de automação e de IoT já se encontram disponíveis no território brasileiro e servem no combate ao coronavírus. Fica claro, que a transformação digital foi impulsionada pela pandemia e terá ainda mais importância nos próximos anos para o crescimento econômico brasileiro e mundial.

Deixe uma resposta