fbpx

Mais da metade das empresas no Brasil sofreu pelo menos um ataque cibernético na quarentena

Mais da metade das empresas no Brasil sofreu pelo menos um ataque cibernético na quarentena

Mais da metade das empresas no Brasil sofreu pelo menos um ataque cibernético na quarentena

A quarentena alterou muito a forma como as empresas funcionam. A adequação “forçada” ao home office, trouxe desafios e expôs algumas vulnerabilidades de sistemas. Isso ficou muito claro com o aumento dos ataques cibernéticos, em um momento tão delicado.

Segundo dados desta reportagemmais da metade das empresas no Brasil, tiveram pelo menos uma tentativa de ataque, durante a quarentena. O mais comum foram os ataques por e-mail (ataques de phishing).

A reportagem também mostrou que 46% das empresas teve ao menos um incidente de ataque com tentativa de roubo de dados, vindos de diversas fontes.

Já tratamos deste tema neste artigo.

Com infraestruturas mais precárias, as empresas correm mais riscos durante a pandemia. Isso porque, todo o acesso as informações é feito de forma remoto, fazendo com que mais “portas” sejam abertas. Como não houve, na grande maioria dos casos, uma preparação para esta condição, o resultado é o aumento dos problemas com ataques cibernéticos.

A reportagem mostra também que pelo menos 46% dos entrevistados não tem total segurança sobre seus protocolos e sistemas de segurança neste momento.

Como a pandemia deve impulsionar o trabalho remoto, é natural que haja um grande aumento de procura por este tipo de solução.

Deixe uma resposta