fbpx

Gerenciamento e monitoramento de redes, otimizando seu setor de TI

Gerenciamento e monitoramento de redes

Gerenciamento e monitoramento de redes, otimizando seu setor de TI

Dentro de qualquer empresa, o setor de TI é uma das bases de funcionamento e produtividade. Paradas (downtime), lentidão ou falha no envio de arquivos, podem afetar diretamente o funcionamento de qualquer estrutura administrativa, produtiva ou de gestão. Neste sentido, o gerenciamento e monitoramento de redes são considerados atividades de base para o bom funcionamento de uma organização. 

Mas, ao contrário do que muitas vezes os leigos no assunto imaginam, esta não é a única função de uma equipe de TI. Aliás, em muitos casos, o gerenciamento e monitoramento de redes, pode ser bastante trabalhoso, perante as inúmeras demandas do time de TI. 

É primordial que os gestores das empresas e organizações vejam este processo com muita atenção e em muitos casos, invistam recursos para melhorá-lo. 

O que engloba o gerenciamento e monitoramento de redes?

Antes de falar especificamente sobre os processos de gerenciamento e monitoramento de redes, é importante contextualizar o que isso engloba. 

Hoje, as redes tem várias integrações, trocam dados entre servidores, nuvem, dispositivos e precisam organizar e armazenar dados, além de oferecer a estrutura para que os softwares funcionem adequadamente. 

Isso engloba infraestrutura, engenharia de tráfego, servidores (locais e na nuvem) e a interação entre os dispositivos e softwares. Para gerenciar tudo isso, temos o departamento de TI que, além de manter o funcionamento adequado, ainda busca otimizações para que a rede seja cada vez mais eficiente. Este é o processo de gerenciamento. O gerenciamento de redes pode ser terceirizado ou interno. 

Somado a isso e de forma integrada, temos o monitoramento de redes. É preciso que as atividades, a relação entre dispositivos, o tráfego e muitos outros elementos, sejam monitorados constantemente. 

Com o monitoramento de redes, é possível antecipar problemas, resolvê-los e principalmente, encontrar gargalos de tráfego. Além disso, com o monitoramento adequado, teremos uma melhora nas métricas das redes, oferecendo dados precisos para possíveis otimizações e melhorias. Desta maneira, tanto o aumento na capacidade de operação das redes, quanto melhorias no processo das redes, são muito mais assertivas e baratas, pois baseiam-se em dados reais. 

O serviço de gerenciamento e monitoramento de redes segue o princípio do desenvolvimento ágil, uma metodologia muito usada nas áreas de tecnologia, que é o seguinte: Criar-Medir-Otimizar. 

Neste sentido, é fundamental a integração destas soluções e a busca constante por melhorias na estrutura e nos processos. 

Como o gerenciamento e monitoramento de redes deve ser feito de forma adequada?

É preciso que haja uma integração entre as soluções. O gerenciamento de redes tem início no projeto de redes e atua diretamente nas diversas relações em que a estrutura física e lógica está envolvida. Mas para que o gerenciamento seja de fato eficiente, é preciso que haja o monitoramento. Desta maneira, teremos dados precisos para gerenciar de forma eficiente. 

Além disso, é fundamental que haja uma equipe especializada cuidando destes processos. Caso contrário, corre-se o risco de termos dados, problemas reais e não sejam estabelecidas soluções eficientes. Neste caso, o know how dos profissionais que participam do gerenciamento e monitoramento de redes é fundamental. 

Por estas razões, a terceirização do gerenciamento e monitoramento de redes acaba sendo uma saída muito melhor para grande parte das empresas. 

Ao terceirizar o gerenciamento e monitoramento de redes, sua equipe de TI fica liberada para criar outras soluções e você tem profissionais, softwares e estrutura de ponta, para cuidar de suas redes. 

Nós, da Everest Ridge oferecemos este tipo de solução para sua empresa, integrada com segurança digital e outros processos. Entre em contato conosco.

Deixe uma resposta