fbpx

Gargalos em redes corporativas, como evitá-los e boas práticas de engenharia de tráfego

gargalos em redes corporativas.

Gargalos em redes corporativas, como evitá-los e boas práticas de engenharia de tráfego

Uma das grandes preocupações da maior parte do time de TI são o aparecimento dos gargalos em redes corporativas. Eles prejudicam a usabilidade dos usuários, sobrecarregam a rede e trazem lentidão em inúmeros processos.

Neste sentido, os gargalos em redes corporativas acabam trazendo grandes perdas em termos de desempenho e prejudicam a empresa como um todo.

Mas antes de falarmos sobre a solução, é fundamental entender o que são estes gargalos.

 

O que são gargalos em redes corporativas?

 

Os gargalos em redes corporativas acontecem quando há um excesso de acessos em uma determinada entrada ou a banda da rede, não suporta tantos usuários ativos.

É algo comum em muitas empresas, mas que pode ser evitado.

O grande problema dos gargalos é que eles em muitos casos, geram períodos de downtime longos e prejudicam a produtividade da empresa como um todo.

Além disso, dependendo da forma como a empresa é organizada, os gargalos de tráfego podem prejudicar o funcionamento dela como um todo.

 

Como resolver o problema dos gargalos em redes corporativas?

 

Há um conjunto de práticas que devem ser aplicadas para que os gargalos em redes corporativas sejam evitados. Selecionamos alguns deles!

 

  • Monitoramento constante da rede

Este é um ponto fundamental, mas muitas vezes, deixado de lado. Sem um monitoramento de redes, fica muito difícil encontrar os gargalos e principalmente, saber como resolve-los.

Por exemplo, muitos gargalos acontecem em momentos específicos, em dadas horas do dia ou em dias do mês em especial. Sem um monitoramento constante, que vai oferecer relatórios precisos, é muito difícil saber exatamente como resolver o problema.

Por isso, o monitoramento constante é o primeiro e mais importante passo na resolução dos gargalos em redes corporativas.

 

  • Otimização da rede e se necessário, um redesenho ou ampliação

Muitas redes operam abaixo de suas capacidades, por falta de integrações e otimizações. Em muitos casos, um redesenho das redes físicas e lógicas, já evita grande parte dos gargalos. Novas portas, engenharia de tráfego e melhorias na otimização das redes, já evitam os gargalos em grande parte das situações.

 

  • Otimização dos servidores

Muitos casos, o servidor acaba não dando conta do tráfego e gera gargalos por falta de capacidade. Neste sentido, otimizá-lo ou então, adquirir uma máquina mais potente, é o ideal.

 

  • Otimização da segurança

Muitas vezes, as redes estão em gargalo por que há vírus e outros problemas em terminais. Por isso, a segurança precisa de otimizações.

Além disso, filtros e outros programas, se não configurados corretamente, podem trazer reduções no desempenho das redes.

Por isso, é fundamental que a equipe de TI tenha todos estes processos otimizados.

 

A prevenção de gargalos em redes corporativas é fundamental para qualquer empresa. O simples fato de tornar a rede disponível em todos os momentos produtivos da empresa, já compensa o investimento e traz grandes retornos.

Mas para isso, é fundamental contar com uma equipe qualificada ou ter uma empresa, como a Everest Ridge para te auxiliar.

Entre em contato com nosso time e conheça nossas soluções.

 

Deixe uma resposta