fbpx

Como criar uma rotina de backup empresarial adequada e segura?

rotina de backup

Como criar uma rotina de backup empresarial adequada e segura?

Diante do crescimento dos ataques hackers e do avanço das técnicas utilizadas por eles, a segurança dos dados de uma empresa deve ser uma prioridade. Pensando nisso, é necessário que seja estabelecido uma rotina de backup que garanta a proteção dos dados sensíveis e contribua para uma melhor performance da rede.

 

Leia também: Servidor NAS (Storage), como ele melhora a eficiência e segurança da sua empresa

 

Além dos ataques externos, existem outros fatores que contribuem para a perda de dados dentro do ambiente corporativo, como:

Vulnerabilidades na segurança;
Falha de usuários;
Falhas nos equipamentos e lógicas;
Erros em arquivos;
Partições corrompidas;
Danos externos (como incêndios, picos elétricos e inundações);
Entre outros.

Mas como criar uma rotina de backup corporativo adequada para a sua empresa? Antes de mais nada, precisamos entender o que é essa rotina. O objetivo é que seja feita uma cópia de segurança atualizada de todos os dados para evitar perdas caso ocorra algum problema. Ainda que você nunca precise dessa cópia, ela precisa existir.

Como criar o cronograma ideal para a rotina de backup?

Para criar uma rotina de backup eficiente, é preciso conhecer o tipo de dado que está sendo armazenado pela as empresa, e o tempo ideal de atualização desses dados. Além disso, é necessário realizar um levantamento de algumas informações, como veremos a seguir:

Quantidade e sensibilidade de dados: para definir como será a rotina de backup, é preciso mensurar a quantidade de dados que deve fazer parte do plano de backup e da sensibilidade dos mesmos. Dependendo do tipo de informação (e da quantidade de atualizações ocorridas no decorrer do dia), a frequência de backup pode ser maior ou menor.

 

Leia também: Armazenamento em nuvem empresarial: como contratar o melhor serviço

 

Método de realização: o backup pode ser armazenado de diferentes formas, como dispositivos de armazenamento, Hds externos, pendrives, etc. Na atualidade, a nuvem tem sido a solução mais procurada pelas empresas, devido à sua segurança e alta escalabilidade. No caso dos backup físicos, é preciso ter em mente a capacidade do servidor antes de sobrecarregá-lo com uma transferência.

Como criar uma rotina de backup?

Escolha o local

Para garantir que o backup esteja armazenado da melhor forma, é preciso escolher um local que garanta a sua segurança. Caso o sistema seja corrompido de alguma forma, pode ser necessário restaurar os dados para uma plataforma ou sistema alternativo, e isso deve ser considerado na sua rotina de backup. Uma solução para esse problema está nas plataformas baseadas em nuvem, que podem fornecer um ambiente estável e seguro para as suas informações.

Determine a frequência

De acordo com a quantidade de informações, é preciso determinar a periodicidade da realização dos backups. Para isso, não existe uma regra, depende totalmente das necessidades do seu negócio. Se a sua empresa atualiza frequentemente os dados armazenados, é preciso que o backup seja feito em intervalos curtos de tempo, para que nada seja perdido caso ocorra algum problema.

No que diz respeito à frequência, devemos considerar os tipos de backup:

Day Zero Backup (backup de dia zero): esse é o primeiro backup que determina a base para futuras atualizações, é o backup realizado quando um novo sistema é implantado na empresa, por exemplo.

 

Leia também: Como criar um plano de backup corporativo

 

Differencial Backup (backup diferencial): muito indicado para dados e sistemas críticos que atualizam com freqüência, cria uma cópia de todos os dados que foram alterados desde o último backup completo.

Full backup (Backup Completo): esse tipo de backup costuma ter freqüência semanal ou mensal, e é mais indicado quando não há atualizações freqüentes nos dados.

Backup incremental: realiza uma cópia de toldos os dados que foram alterados desde o backup anterior.

Defina um responsável

O backup é uma tarefa muito importante, e por esse motivo é vital deteminar um ou mais responsáveis por ele dentro da sua empresa. Dentro da sua política de backup, escolha os profissionais que serão responsáveis pela execução, monitoramento e controle dessa tarefa, para garantir o uso eficiente das tecnologias e recursos.

Teste o backup

Uma boa prática para garantir que os dados estejam disponíveis em uma situação de necessidade, é testar o backup periodicamente de forma manual. Isso ajuda a identificar se o arquivo está intacto e disponível para uso. Um backup que não está inteiramente funcional não é um backup.

Assegurar que as informações da sua empresa estarão protegidas faz parte de uma estratégia inteligente e pode garantir a continuidade das suas atividades. Para te ajudar com isso, a Everest Ridge conta com soluções inteligentes de backup e planejamento, entre em contato conosco!

Conheça nossas soluções de Storage! Clique na imagem abaixo.

Sim!
Fale conosco!
Olá! Podemos te ajudar?