40% das pequenas empresas latinas já tiveram dados roubados ou violados

40% das pequenas empresas latinas já tiveram dados roubados ou violados

Roubo, danificação ou sequestro de dados não é um problema que atinge apenas grandes corporações. Mesmos os micro e pequenos negócios, são alvos constantes deste problema. Segundo esta reportagem, 40% das pequenas empresas da América Latina já sofrem algum tipo de violação de dados. 

Este dado é alarmante. Apesar das grandes corporações sofrerem muito mais ataques (em média 53%), os ataques às PMEs (pequenas e médias empresas) cresceu 8% apenas no último ano. 

Justamente por possuírem menos infraestrutura de segurança, menos treinamento e redes mais vulneráveis, estas empresas vêm se tornando um alvo fácil para ataques de hackers. 

Além disso, a pesquisa mostrada na reportagem ainda apontou que um terço das PMEs não têm qualquer tipo de gestão de segurança digital. Com isso, estas estão fortemente expostas a roubo de dados, sistemas que fiquem paralisados por ataques, entre outros problemas. 

Para completar este cenário alarmante, o Brasil ainda está entre os principais países atacados, estando na 6ª posição neste ranking. 

Além dos prejuízos com sequestro de dados, sistemas paralisados e fora do ar, ainda há o risco cada vez mais eminente, com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), o vazamento de dados ainda pode gerar multas. 

 

Deixe uma resposta