Os prejuízos bilionários que os ciberataques causaram no mundo em 2018

ataques hackers

Os prejuízos bilionários que os ciberataques causaram no mundo em 2018

De acordo com um estudo publicado no mês de julho pela Aliança para a Confiança Online da Sociedade Internet, em 2018 foram registrados em torno de dois milhões de ataques de hackers em todo o mundo. Consequentemente, os prejuízos que estas invasões causaram estão estimados em 45 bilhões de dólares. Esses números dizem respeito a todo o tipo de organização que tenha uma rede de dados, de empresas em geral a órgãos de segurança. 

Os dados mostram que, somente os ataques do tipo ransomware, que roubam dados via malware e exigem posterior resgate, somaram prejuízos de oito bilhões de dólares. Conforme os resultados do estudo, embora este tipo de prática tenham caído 20% com relação a 2017, os prejuízos financeiros que causaram em 2018 aumentaram 60%.

Outros tipos específicos de ataque também causaram prejuízos específicos como o “phishing”, que envia e-mails com links corrompidos e documentos infectados. Esta prática trouxe prejuízos de 1,3 bilhões de dólares ao redor do mundo. Além dela, o “crypjacking” também contribuiu para rombos milionários. Trata-se de uma técnica de garimpo ou fabricação clandestina de moedas virtuais como bitcoin, com a ocupação de um servidor, computador ou smartphone.

Em contrapartida, estima-se que 2018 registrou 6.515 violações de computadores, o que trouxe causou a exposição de cinco bilhões de arquivos. Este número é um pouco menor do que o de 2017. Os especialistas da área afirmam que as ataques realizados pelos hackers estão se tornando cada vez mais sofisticados. Entretanto, grande parte destas invasões poderiam ter sido evitadas com investimentos mais eficazes na área da segurança em informática.

O estudo que contém estes dados coletou dados de diversas fontes empresas de segurança da informática ao redor do mundo, além de órgãos de segurança. Estes dados foram publicado no merco dia em que um relatório feito pelo ministério do Interior da França Trata-se de um documento que destaca o aumento de campanhas de ransomware que tem grandes empresas como alvo, pois são capazes de pagar altas quantias pelo resgate de informações.

Deixe uma resposta