fbpx

Estatísticas atualizadas sobre ataques cibernéticos

Estatísticas atualizadas sobre ataques cibernéticos

Em um relatório recente da G2 Crowd foram atualizadas 50 estatísticas muito importantes sobre ataques cibernéticos. Vale ressaltar que o relatório levanta questões relacionadas ao mercado mundial, mas, naturalmente, há muitos dados que se aplicam à realidade no Brasil e devem ser levados em conta.

A Everest Ridge selecionou os dados mais relevantes deste relatório, para apresentar a você!

  • 30% dos incidentes de segurança cibernética da empresa são executados por funcionários atuais da organização.
  • 26% dos incidentes são executados por ex-funcionários da organização.
  • 23% são executados por hackers desconhecidos.
  • 29% das empresas relatam perda ou danos de registros internos como resultado de um incidente de segurança.
  • 35% das empresas relatam que os registros dos clientes foram comprometidos em algum momento devido a um incidente de segurança.
  • 53% dos ataques cibernéticos nos sistemas de negócios resultaram em danos de US $ 500.000 ou mais.
  • O volume total de eventos cibernéticos entre empresas aumentou quase quatro vezes entre janeiro de 2016 e outubro de 2017.
  • Em 2018, 18% das organizações foram atingidas por bots ou botnets usados ​​para lançar ataques distribuídos de negação de serviço (DDoS), além de outros malwares.
  • As infecções por bot tiveram um papel em 49% das organizações que sofreram um ataque DDoS em 2018.
  • E-mails de spam e phishing são responsáveis ​​por 66% das infecções de ransomware.
    Em 2017, 48% das organizações foram afetadas pelo ransomware.

É muito importante entender o que estes números representam. Primeiramente, nenhuma empresa, não importa o seu tamanho, está livre de ataques. Todos os sistemas podem sofrê-los. Porém, a perda de dados e principalmente, a maior parte das entradas de hackers, pode ser evitada.

O que existe, na grande maioria dos casos, é uma falta de planejamento de segurança de dados. Existem soluções muito eficazes para conter cada um dos problemas apresentados. Cabe a cada empresa dar a devida atenção a esta adversidade, que só cresce mundialmente.

Deixe uma resposta